#day91

Hoje, aos 91 dias, pouco me apetece dizer. Porque “a vida é mesmo assim”. É sempre a perder, já o tinha dito.

Mas é também a perder que se ganha de alguma forma. Se houver Amor.

Hoje, aos 91 dias, pouco me apetece dizer. Por isso vou buscar palavras que, não sendo minhas, pertencem-me também.

“É urgente o amor
É urgente um barco no mar

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos, muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.”

Eugénio de Andrade, in “Até Amanhã”

#makeeachdaycount10636250_10152610353568800_4293884850438577974_n

{comentários}