#day144

“Nota de alta” a ser preparada para breve. Daqui a 3 semanas deixo de ir onde reaprendi a respirar há 7 meses. Onde encaixei e aceitei. Onde fui construindo aos poucos uma gaveta onde arrumar assuntos que fazem doer.
Não é que já não doa. Dói agora com menos intensidade. E já sou capaz de abrir essa gaveta que construí sem que me falte, novamente, o ar.
Está ali. Encaixado. Não necessariamente arrumado. Mas aceite.
E foi ali, onde agora se prepara a nota de alta para daqui a 3 semanas que aprendi a construir gavetas. E aprendi a abri-las. E aprendi a não perder o ar.
E sou tão grata pelo tempo que me foi dado. Pelo espaço. Por tudo.

Há outra gaveta em fase de construção. Essa vai demorar mais tempo a ficar pronta. Mas acabará por ficar. E também essa acabará por ter o seu encaixe. O seu momento de aceitação. Um dia de cada vez, dizem-me. Digo-me. Um dia de cada vez, claro. Mas ainda com constantes viagens da memória.

E no meio de tudo isto, todas as gavetas, o trabalho. Que não pode, nem vai, parar.
E que cada dia me dá mais prazer. E que cada dia gosto mais.

E como não gostar quando a matéria prima é tão cheia de cor, tão cheia de vida?

Vida. Viver. Um dia de cada vez. E todos os dias agradeço por mais um dia que ganho.

10929209_10152745530898800_6749195455273416342_n

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.