#day175

Beijos, beijinhos, beijocas. Abraços e abracinhos. Dos meus homenzinhos, ontem e hoje.

Lamento que haja quem não entenda, mas os meus sobrinhos em primeiro lugar e à frente de tudo. Sempre. Quem não entender, quem não aceitar, faça o favor de seguir o seu caminho que, obviamente, não coincide com o meu.

De resto, a vontade de falar continua lá longe. Mas ainda assim com sorrisos provocados por pessoas de palmo e meio que me preenchem e me aquecem. Os meus Dois. Como lhes chamo quando fazem sanduíche de tia.

10945547_10152814157233800_8181118445179438740_n (1)

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.