#day299 {que na verdade é #day300}

Os dias de chuva foram feitos para serem dançados.
Mesmo que essa dança seja invisível, interior. Interna.

Os dias de chuva também pode ser azuis no intervalo do cinzento das nuvens.

Queria escrever tanta coisa. Sobre tanta coisa. Deitar cá para fora. Não o que me sufoca, como há um ano. Mas o que me preenche, no aqui e agora.

Um dia escrevo. Mesmo que essa escrita seja, eventualmente, como a dança nos dias de chuva: invisível, interior. Interna.

{como assim, 299 dias…?}1982198_10153102631953800_5811670421158451061_n

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.