#day307 {que na verdade é #day308}

Vai fazer dois que chorei como nunca tinha chorado por uma dor que não era minha.
Hoje, da mesma forma que há dois anos, senti o que não é meu como se fosse. Mas hoje em jeito de vitória. Sim, doem-me as dores dos outros como se fossem minhas. Mas também vibro com as vitórias, conquistas e felicidade dos outros como se me pertencessem. Porque essa sou eu, assim.

Se há 2 anos não pude entregar o que tinha prometido à Nô, hoje entreguei ao mano Leonardo. Que é lindo, tal como a mana. Especial tal como a mana, embora de forma diferente.

Se há dois anos abracei a mãe Ana e o pai André com toda a força que tinha por causa da Nô, hoje vi-lhes no olhar o Amor que têm por ambos os filhos. Ambos lindos. Ambos especiais. Ambos únicos. Uma Fada. E um Príncipe.

E só por isso foi um happy day para mim. Com a certeza que estes pais e estes filhos vão contar muitos happy days também ♥

Ana e André, muito obrigada pela honra, pelo privilégio de vos conhecer e de vos ter acompanhado ao longo destes 2 anos.
Leonardo, continua assim: lindo. E feliz.
Nô, continua o teu trabalho como tens feito nestes 2 anos. E nunca te esqueças que, também desse lado, as Fadas brincam, cantam e dançam e saltaricam ♥1609739_10153121892368800_8048714333771164313_n

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.