#day360

360 dias que são uma espécie de 360 graus. Porque tanta coisa aconteceu, tanta coisa mudou, mas volto ao ponto de partida. Não literalmente por já não estar naquele lugar escuro de há um ano. Mas continuo a ser eu, igual ao que sempre fui, apenas eu.

Mas 360 dias, que na verdade são mais, são 360 mudanças diárias. Sempre para melhor ainda que algumas vezes tenha acontecido ser para um bocadinho menos bem. Mas as voltas, essas, tantas, tão grandes, acabam sempre por nos trazer ao mesmo lugar. A diferença? A estrutura. Mais forte em tanta coisa, ainda que demasiado frágil em alguns pontos. Mas uma fragilidade estável.

E o Verão, esse que o ano passado não tive, este ano está cá. Mesmo que quase a terminar.

{e a vontade de pensar e repensar e analisar e sentir e dizer e fazer e assumir e aceitar e cortar e desligar e aproximar……não. Porque não quero, porque não sei mas sei. Porque quero na realidade mas não quero novamente. Porque não e porque sim e porque já sei mesmo que não saiba sabendo…}

image

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.