#day400

Quatrocentos.
Dias.
E noites.
Depois de 19.
Depois de 42.

“Oh tia, mas se aquela árvore já morreu como é que ainda tem força para estar em pé?”

400 dias, Miguel.

…não lhe disse. Mas pensei.

image

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.