Daily Archives: 12/10/2015

#day419

{que afinal é #day420}

E dou por mim a esta hora na esplanada do café aqui da rua e sem vontade de voltar para casa. Não porque, como noutros tempos não tão longínquos assim, não me sinta bem lá. Mas apenas porque, como há muito tempo não acontecia, me sinto bem aqui. Mesmo que a mesa seja só para mim.

Há uma espécie de sossego, ainda que na mesa ao lado a conversa a três flua livremente e a música do Oceano Pacífico se faça presente.

Há uma espécie de aconchego, ainda que o termómetro me recorde que o Outono se instalou e os 18 graus com Real Feel de 16 obriguem a casaco e camisola interior.

Há uma espécie de tranquilidade. Não só pelo sossego das 23h25m. Mas especialmente porque, por dentro, vou percebendo que tanta coisa mudou. Cresci. Melhorei{-me}. Aprendi, finalmente, que mereço muito mais do que aquilo que tenho oferecido a mim mesma. Sei exactamente o que quero. E, especialmente, como quero. Quando quero. E, principalmente, por que motivo quero.

Também isto é aquilo de que me tenho esquecido. Amor, aquele do A maiúsculo. De mim para mim por mim.

E percebo, assim, que não sou mais a mesma que fui em tempos. E aceito-me assim. Mais calma. Mais tranquila. Mais…crescida.

Se sinto falta de ser impulsiva como já fui? Não.
Se sinto falta de ter mau feitio? Não.
Se sinto falta de reclamar por tudo e por nada? Não.

Porque gosto, muito mais, de ser quem sou hoje. Embora saiba que ainda não sou eu por completo. Mas um dia atrás do outro atrás do um… =) sem pressas e sem pressões.

E com tanto para dar e ainda tanto para receber também.

Eu. De todas as cores. Por inteiro. Sem pressas. Sem pressões.

image