Daily Archives: 12/12/2015

#day481

“Entrega e confia”, digo a mim mesma constantemente. Hoje não foi excepção. Hoje foi repetir constantemente porque às vezes esqueço-me que tudo acontece como tem que acontecer, quando tem que acontecer. E apenas e só se tiver que acontecer.

Entrega e confia e sorri. Ainda que o sorriso hoje tenha sido mais difícil do que a entrega e a confiança.

Entrega e confia e mesmo que o sorriso não queira aparecer faço por me lembrar de todos os motivos que tenho, e são tantos, para sorrir.

Sol de aquecer, sol de aconchegar, sol de iluminar. Mas ainda assim faltou-me a cor, ainda que rodeada dela, de tanta, de tantas cores, de todas as cores. Rodeada de abraços apertados, de visitas que aconchegam, de pessoas bonitas porque o são de facto mesmo que o dia comece com as outras, as pequeninas e feias e completamente sem noção.

E o dia que se arrasta, com Sol sempre, com luz, com cor e com mentalidades pequeninas e formatadas e que me fazem pensar, tantas vezes, que eu não pertenço aqui, a este colectivo onde cada vez a única medida conhecida é a distância ao próprio umbigo.

Ainda assim entrego e confio. E não, o sorriso não sai. Aparece por momentos ao ouvir o Meu Dois que quer que a tia lhe chore ao telefone para que ele se ria, enquanto o Meu Um lhe diz que a tia está na feira e é melhor não chorar porque “depois as pessoas ficam envergonhadas e não compram nada à tia”. E o Meu Dois insiste para que lhe chore “para as pessoas não comprarem nada à tia!” e ri-se e quer ir para casa da tia já.

Entrego e confio e novamente o sorriso que se esconde. E que teima em desaparecer depois de mais uma ultrapassagem pela direita de sonhos que são vontades de sonho. Mais uma ultrapassagem que me dói e que por isso mesmo faço de conta, mais uma vez, as vezes que forem, faço de conta que não vi.

Entrego. Confio. O sorriso acabará por regressar. Porque já não passo sem ele e sinto-lhe a falta quando não vem.

Entrego. Confio. A cor que hoje me faltou estará de volta rapidamente. Porque tudo acontece como tem que acontecer, quando tem que acontecer, se tiver que acontecer.

Entrego. Confio. Mas não, hoje não sorrio.

image