#day38 out of 365plus1

Todos os dias há razões para sorrir. Mesmo quando a mente e o corpo estão longe um do outro.
Estive ali. Mas não estive enquanto lá estive. Estive longe, numa qualquer nuvem de uma qualquer cor. Onde me permito embarcar de tempos a tempos, ainda que o Tempo já tenha passado do Tempo de ser Tempo. Ainda assim regresso lá tantas vezes. Mesmo que o corpo esteja presente aqui ou ali, a cabeça está tantas vezes nessa tal nuvem de uma qualquer cor.

Não olho para trás. Revisito. Recordo. Revivo. Regresso. Ao aqui. Que é agora.

E sorrio. Mesmo quando o corpo e a mente estão longe um do outro.

image

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.