#day121 out of 365plus1

Quieta e sossegada no meu canto a marcar linhas paralelas. E, mais uma vez, a recordar que linhas paralelas nunca se cruzam, apesar da ilusão no ponto de fuga.

O ponto de fuga já não existe. As linhas? Serão sempre paralelas.

image

{comentários}