Daily Archives: 16/06/2016

#day168 out of 365plus1

Da importância das meias às riscas.

Não que tenham, de facto, importância relevante. Mas as meias às riscas recordam-me, sempre, que são mais divertidas por serem às riscas do que lisas com apenas uma cor.

Um bocadinho como as pessoas. Muito mais divertidas aquelas de várias cores do que as outras, lisas, que invariavelmente apostam no clássico: preto, cinzento, azul escuro ou castanho. Aborrecidas, desinteressantes, monótonas. Sem grandes pormenores interessantes para partilhar.

Além de aborrecidas, as meias lisas de cores clássicas são também uma espécie de camuflagem. É mais difícil encontrar as imperfeições. Não é tão nítido o calcanhar desgastado. Os primeiros sinais de buracos passam despercebidos até ser demasiado tarde. Tal como as pessoas. Aquelas pessoas que se pintam de cores clássicas, que classificam outras cores como “não cores” acabam sempre por esconder imperfeições, calcanhares desgastados e buracos a abrir.

Não gosto de meias de cores clássicas. Assim como não gosto de pessoas que são como as meias de cores clássicas. Gosto, muito, de meias às riscas, de várias cores, de todas as cores porque, para mim, todas as cores são cores. E as cores, nas meias por exemplo, fazem muito mais sentido quando em conjunto. Alternadas em riscas.

Da importância das meias às riscas. Ou, como repito todos os dias para mim mesma: não esperes que os outros sejam iguais a ti. E por isso mesmo gosto tanto de meias às riscas.

image