#day326 out of 365plus1 

“Mereces tanto isso. E mais. Não duvides.”

“Não deixes de acreditar. Não deixes, mesmo quando é difícil.” 

“De onde vem essa agressividade toda?”

“Hoje noto que estás muito irritada. Muito mais do que das outras vezes.”

“Tens que tratar de ti, tomar conta de ti.”

“E porquê essa ansiedade agora?”

“Vai correr tudo bem.”

“Não podes querer apressar este processo. E tens que estar melhor para podermos avançar nele.”

“Tenta descansar esta tarde.”

“Precisas de repousar.”

“E se chegares àquele ponto em que precisas mesmo da medicação que estás a recusar para conseguires fazer as coisas mais básicas?” 

“Qualquer dia estás melhor.”

“Mas não podes ficar sem medicação.”

“Vais ter forças para vencer isso.”

“Estás mais centrada, menos aflita. Menos perdida.”

“Se precisares, liga. Seja a que horas for. Sabes isso, não sabes?”

……………………tudo isto e o seu contrário.

Perdi-me algures por aí. E não me encontro. Nem nas palavras dos outros. 

{comentários}