{#página221}

“- Isto um dia passa…” 

“- Não. Não passa. E sabes que não passa. Nem tem que passar. Tem, sim, que se tornar compatível com tudo o resto, contigo e com a tua vida. Mas não passa.”

…um antidepressivo, dois antipsicóticos permanentes, um antipsicótico em SOS, um antiepilético, um ansiolítico. Para quê? Se não passa nem vai passar… 

… “tornar compatível” é o novo objectivo. Quando não sou sequer compatível com a minha própria pele. 

“It’s funny how you’re the broken one but I’m the only one who needed saving”… 

{comentários}