{#página274}

Aproveitar os dias do lado de cá do limite, da Borderline. Aqueles dias em que mesmo que nada se passe são dias bons por não se passar nada.

Não vou desperdiçar estes dias. Nem vou deixar que me tirem esta estabilidade que vou conseguindo a custo. Mesmo que me digam que há determinadas coisas que seria importante fazer. Não quero. Não as quero fazer nem quero perder o que conquisto todos os dias.

Sei que voltarei a passar para o lado de lá. Faz parte. Mas enquanto não passo vou segurando o que vou ganhando a cada dia: um pouco de estabilidade. Ou, até, normalidade.

É bom estar do lado de cá. É assustador estar do lado de lá.

{comentários}