{#página290}

“Saudade Para Um Tempo Longe”.

Saudade, é só o que fica. Umas vezes violenta. Outras, como agora, mais serena.

Presença Para Um Tempo Perto, contraponho. E é a presença que procuro agora. Chega de ausência. Chega de saudade.

Presença, a mesma da luz. A que acompanha. Que está perto. Que está cá.

Procuro “Um Tempo Perto”. Não mais “Um Tempo Longe”.

{comentários}