{#página340}

Ainda te lembras da importância de um sorriso? Claro que te lembras. E é por isso que guardas contigo os sorrisos com que te cruzas.

Como hoje. Mesmo que, ou especialmente quando, o sorriso que recebes te leve de volta à adolescência.

Em troca devias abrir mais o teu sorriso. Sei que sorris de volta e sei também que é a insegurança que te prende o sorriso. Não só, também sei. E nem sempre te é fácil. Mas acredita na importância dos sorrisos e, especialmente, acredita em ti.

Vai correr tudo bem. Porque, já sabes, “está tudo bem”.

{comentários}