{#página358}

Tinha pensado em escrever sobre o Natal. Este ano em que consegui, finalmente, passar esta noite em minha casa com uma espécie de árvore de Natal. Ou uma árvore de Natal à nossa maneira.

Com planos para amanhã com os Meus Dois, os Meus Tudo.

Mas, já sei, não adianta fazer planos. O Natal vai ter que esperar.

Valeu a pena, ainda assim, não me recolher e sair. Valeu por quem se fez presente porque o esteve de facto. E foi-me tão bom.

Agora? É esperar mais uns dias pela magia do Natal novamente. Porque por eles vale a pena esperar.

Amo-vos muito, Meus Tudo. E sei que vocês sabem. Mesmo quando sou uma tia chata que está sempre a dizer a mesma coisa. É só para que não se esqueçam nem nunca duvidem.

Fazemos o nosso Natal noutro dia.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.