{#05.361}

“Tens de te deixar ser surpreendida…”

Tenho. E se, por norma, dou mais atenção às surpresas menos boas, está na altura de valorizar as boas, positivas. E elas existem. Mas tenho medo de as perder.

Com medo ou não, estou receptiva a todas as surpresas que essas mesmas surpresas me tragam.

Ainda te lembras como é? Como se faz? Eu nunca soube muito bem. Mas estou aqui. Receptiva. A todas as surpresas e descobertas que me esperam. Que nos esperam.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.