{#17.349}

Role-playing. Ou “fazer de conta”.

Mas desta vez um fazer de conta positivo, que pode vir a ser útil. Nunca fui boa a fazer de conta, nem consigo sê-lo quando é a feijões.

Mas abriu caminho para tentar perceber se o caminho está aberto e se o terreno é fértil. Com a vantagem de saber que, se o caminho não for para mim ou o terreno for pouco fértil, tenho sempre a quem recorrer.

E só por isso o risco é menor, mesmo que o receio, esse, seja imenso. Como é sempre.

{comentários}