Daily Archives: 04/05/2018

{#124.242}

Dar sempre um bocadinho mais de mim. Ficar depois da hora ou emprestar um ombro por mais uns minutos. Dar sempre mais.

Porque sou de dar, simplesmente. Nem sempre recebo em troca. Dizem-me que a reciprocidade é precisa, mas não sei ficar à espera. Apenas vou dando de mim.

Por vezes far-me-ia bem não dar esse bocadinho extra sem retorno. Marcaria uma posição. Mas não sei ser assim. Que sei eu, afinal? Apenas sei dar mesmo sem saber receber.

Mas dou. Continuo a dar. E já não espero para perceber se é possível receber de volta.

Que sei eu, afinal? Apenas dar. De mim.