Daily Archives: 11/07/2018

{#192.174}

Percebi hoje que há caminhos que devem, de facto, ser percorridos sozinha. Com apoio, claro, mas são caminhos de introspecção, de estarmos sozinhos com nós mesmos. De perceber onde foi que errámos e o que podemos fazer para melhorar.

O percurso é penoso, além de solitário. Mas por vezes é necessário. Sejam 200 metros no santuário, sejam 4 anos numa vida.

Perceber isto e tanto mais num final de tarde. Num momento que foi bom do início ao fim.

Perceber que o meu caminho não tem sido em vão. E perceber que estou no final dos 200 metros e já posso olhar para trás com orgulho.

Foi bom. É bom. Sempre. Desde o primeiro dia.

E hoje… Hoje não foi diferente, tendo sido tão diferente.

Um momento bom. Que fica comigo.