{#281.85}

Não estou preparada para o Outono. Facto.

Por outro lado, tenho saudades das minhas feiras. De trabalhar na rua. De poder mostrar o que faço sem sentir que estou a fazer algo de errado simplesmente porque tenho orgulho no que faço.

Tenho saudades dos dias frios de trabalho na rua. Dias duros, muitas vezes, mas únicos, cada um deles. Porque nunca havia um dia igual ao outro.

Hoje todos os dias são iguais. E não posso mostrar orgulho no que faço porque, dizem-me, não pode ser.

Todos os dias são iguais e o Outono está à porta e eu não sei lidar com dias sempre iguais.

Hoje sinto saudades das minhas feiras. E sinto-me um pouco triste por isso. Mas sei que um dia hei de voltar. Não sei como nem quando, mas um dia volto aos dias frios de trabalho na rua.

Até lá tento, da melhor forma, preparar-me para os dias de Outono que estão cada vez mais próximos. E para os quais não estou, de todo, preparada.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.