{#175.191.2019}

Costumo dizer que conto pequenos nadas. Hoje caiu-me a ficha que, para além desses pequenos nadas, há todo um leque de…nada. Nem grande nem pequeno, apenas nada. E não gosto disso.

Prefiro esclarecer as coisas. Deixar de lado esses que eu chamo de pequenos nadas que não são mais do que isso mesmo, nadas.

É urgente mudar. É urgente esclarecer. É urgente deixar o nada lá longe. Não é bom nem me faz bem, mesmo que eu sinta que os tais nadas, os pequenos, me aconchegam.

Tenho que começar a convencer-me que mereço mais do que isso, esses pequenos nadas. Tenho que começar a acreditar que mereço muito mais do que isso. Do que apenas isso.

Volto ao ponto de partida: um dia atrás do outro atrás do um.

E não gosto.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.