{#234.132.2019}

Não gosto de me sentir impotente. Mesmo quando “não tenho o direito” de querer fazer alguém sentir-se melhor. “Não tenho o direito” é uma expressão muito forte, mas é a única que me ocorre neste momento. Porque saber que alguém está a ter dias menos bons também mexe comigo sem poder fazer nada.

Mantenho-me por aqui, por perto. Se puder fazer alguma coisa, diz-me…

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.