{#273.93.2019}

Às vezes gostava de não ser quem sou. Mas depois lembro-me que custou muito a ser quem sou e o esforço não pode ser desperdiçado.

Prefiro passar a imagem da miúda estranha no trabalho que não se dá com ninguém nem se mistura do que fazer parte daquele grupo que mesmo espremendo ao máximo não sai sumo nenhum.

Sim, às vezes penso que gostava de ser outra que não eu, mas depois lembro-me que bem espremida ainda dou algum sumo. E volta tudo a ficar bem.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.