{#06.361.2020}

Falar sobre o meu percurso dos últimos anos ainda me é necessário, embora não o faça. Nem com o terapeuta fofinho. Sinto que quem está de fora não iria entender nem o caminho percorrido nem a minha necessidade de falar dele.

Não foi um caminho fácil e hoje sei que estou muito melhor, sempre com receio de voltar a cair a qualquer momento. Mas sinto que é importante falar.

Talvez na próxima consulta semanal pegue no assunto com a única pessoa que entende esta minha necessidade: o próprio do terapeuta fofinho. Tive outras ajudas, é um facto, mas foi muito graças a ele que consegui chegar onde estou hoje. Já lá vão quase 3 anos e meio de acompanhamento semanal que ainda se faz necessário mas que, olhando para trás, me enche de orgulho pelo que foi alcançado pelos dois.

Mas ainda assim sinto necessidade de falar deste percurso, mesmo não me sentindo muito à vontade para o fazer. Não sinto necessidade de falar para me mostrar, sinto apenas que é importante a partilha.

Talvez um dia fale. Se houver quem queira ouvir.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.