{#41.326.2020}

Para escrever bem é preciso estar mal. Diz o terapeuta fofinho que isso é alma de artista. Não sei se é, mas percebo o que ele quer dizer com isso. E percebo também que muitas vezes me apetece escrever mas não sai nada.

Tenho saudades de escrever como fazia. Momentos de escrita em que transbordava tudo o que trazia cá dentro, fosse no éter ou em papel. Mas, felizmente, estou num momento em que não tenho nada a sufocar-me e que precise de vomitar.

Mas tenho saudades de escrever como noutros tempos.

Por hoje fico por aqui, por não ter nada de novo para dizer.

E fica também a saudade das palavras que me saíam tão naturalmente.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.