{#130.237.2020}

Acordar em fuso horário de trabalho a um sábado, 3 horas antes do despertador. Ninguém merece.

Lá fora, chuva e vento. Num momento o Sol a tentar espreitar.

Voltar para a cama 5 horas depois de acordar, conseguir dormir 2 horas.

Sair de casa, agora com Sol, para uma volta no bairro e uma ida à mercearia.

Voltar para casa para não fazer nada.

Um dia perdido, sem fazer nada de jeito. Eu detesto perder dias. É o mesmo que perder tempo. E eu não tenho tempo para perder Tempo.

Amanhã será melhor. Espera-se uma noite melhor. Ou, pelo menos, deseja-se uma noite melhor.

Já as tive piores. Em que não dormia, ou dormia demasiado tarde. Agora durmo cedo e acordo várias vezes.

O não dormir uma noite inteira é o que mais me tem incomodado nestes novos tempos. O não sair de casa não me faz muita diferença. Faltam-me apenas duas coisas: algumas pessoas e uma noite inteira de sono sem acordar.

Amanhã será melhor. Irei fazer com que o dia não seja perdido completamente. Ou, pelo menos, irei tentar.

De resto, foi só mais um dia. De tempo perdido. E eu não tenho tempo para perder Tempo.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.