{#310.57.2020}

Mais um dia, menos um dia. Sozinha, grande parte do tempo. Custa-me estar sozinha, mesmo que esteja a trabalhar.

Mais um dia igual aos outros todos, para variar. Sem grande coisa para reflectir. Sem História e sem histórias.

E um pequeno nada que me aconchegou como aconchega sempre que surge. Uma simples pergunta que me disse tanto mesmo significando nada. Soube bem, pronto.

Por hoje chega. E amanhã é mais um dia que se prevê igual aos outros: sem História e sem histórias.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.