Daily Archives: 15/01/2021

{#15.351.2021}

Um dia escrevo para ti. E digo-te bom dia baixinho num sorriso ainda ensonado de quem acabou de acordar ao teu lado.

Escrevo para ti e conto-te o que sonhei nessa noite em que te tive sempre ao meu lado. E rimos os dois porque os sonhos são sempre estranhos e tantas vezes risíveis.

Escrevo para ti e de dedos entrelaçados seguimos o dia inteiro. Mesmo que o trabalho nos separe durante algumas horas, os dedos não se largam, permanecem entrelaçados até ao momento do abraço de regresso a casa ao final do dia.

Um dia escrevo para ti. E digo boa noite baixinho num sorriso ensonado enquanto me enrosco em ti para uma noite tranquila.

Um dia escrevo para ti. E conto-te a vontade de fazer destas palavras algo real.

Hoje apenas escrevo. Para ti. Ao longe. De longe. Sabendo que te quero perto.