{#33.333.2021}

Começar o dia com mais um pequeno nada. E que é tanto.

Leio nas entrelinhas, embora não o devesse fazer. Porque pode nem haver entrelinhas para ler. Mas o meu gut feeling faz-me ler tudo. E faz-me sorrir. Porque cada vez mais me faz sentido que o meu gut feeling esteja correcto.

Soube bem. Sabe bem. Mas se calhar não é nada assim e não há mesmo mais nada para ler para além do que está escrito.

Era tudo tão mais simples e fácil se não fosse o distanciamento. Porque a distância pode trazer confusões e más interpretações. Mas mesmo antes do distanciamento já o meu gut feeling se fazia ouvir…

Enfim. É o que é. É o que for. É o que tiver de ser.

E de repente lembro-me da pergunta que não fiz há um ano. Tenho pena. De não ter perguntado. É uma resposta que não vou ter tão cedo. Porque sei, o meu gut feeling sabe, que um dia as coisas vão mudar. E nessa altura vou ter a resposta. Mesmo sem fazer a pergunta.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.