{#28.338.2022}

Dia azul lá fora, cansado cá dentro. Mais uma noite interrompida, a acordar várias vezes durante a noite. Não sei como ainda aguento estas noites. Nem sei quando, ou se, irão parar.

Sei também que, do outro lado, a noite terminou muito tarde. O “segundo turno” foi longo e a manhã não me pareceu fácil. Mas houve tempo, disponibilidade e vontade para um retorno matinal, assim como houve retorno ao ritual nocturno ontem. E eu gosto sempre quando há retorno. E quando esse retorno, como ontem, acaba por ser também um pouco de partilha de momentos do dia. Que parecem não ter importância, mas que a mim dizem alguma coisa.

Hoje espero uma noite mais sossegada. Com menos interrupções, se bem que o ideal seria sem nenhuma. Mas não acredito que aconteça.

Por agora, espero mais um pouco até chegar ao ritual nocturno. E se houver retorno ainda hoje, sei que a noite vai ser melhor. Interrompida ou não, já vai valer a pena.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.