{#160.206.2022}

Dizem que é quinta feira. A mim soa-me a quarta. Mas amanhã é feriado, por isso é como se fosse sexta. Mas ando completamente perdida nos dias…

Tem-me valido o trabalho para me ocupar a cabeça. E os próximos três dias de fim de semana têm tudo para correr mal. Porque é muito tempo sem trabalho…

Mas, com o curso para fazer, vou dedicar-me a sério ao estudo e tentar não pensar. Não pensar e, acima de tudo, não sentir, que é a parte mais difícil.

A vontade? É manter tudo como estava. Mas neste momento não consigo. Ainda não consigo. Quero que o outro lado perceba o que vai cá dentro e sinta que não, não estou bem. Porque não estou. Pode ser egoísta da minha parte, mas neste momento tenho que o ser para tentar lidar com o que sinto. E o que sinto não é para ficar escondido.

Nunca escondi o que sinto, o bom mas especialmente o mau. Não é agora que isso vai mudar.

Amanhã tenho um telefonema para fazer, um pedido de ajuda técnica. Não sei se vou ter coragem para o fazer…

Logo se vê…

O importante é o agora. Como estou agora. E, por não ter tido muito tempo para pensar e sentir, estou um bocado adormecida. Por isso amanhã logo se vê.

Por agora esforço-me para não cair no ritual nocturno. Porque já não faz sentido acontecer…

Amanhã? Será melhor…

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.