Daily Archives: 05/08/2022

{#217.149.2022}

Sexta feira, finalmente. E muito cansada. Perceber que, ao fim de 5 dias de trabalho, trabalhei 6 dias… Não admira que, mesmo tendo acabado de voltar de férias, esteja a precisar de férias novamente. Isso ou aprender a dizer não ao trabalho extra. Mas não sou capaz de o fazer, sabendo que é preciso é, talvez mais importante, sabendo que não tenho mais nada para fazer…

A vantagem de fazer tempo extra? Posso fazê-lo em casa. E, já que estou em casa depois de ter pedido pelo menos duas semanas de trabalho remoto, entro mais cedo para sair mais tarde. Não custa assim tanto. Apenas sinto a cabeça mais cansada, que é normal. Mas pelo menos está ocupada e longe de pensar demais.

E é a pensar demais que a minha cabeça anda sempre que tem um bocadinho de tempo livre. E não pode ser.

Retorno matinal que soube, como sempre, bem. Mas também já percebi que, se não for eu a tomar a iniciativa, não é ninguém. E isso entristece-me um pouco. Especialmente porque, ao fim de tanto tempo, já se tornou um hábito. E podia ser de parte a parte. Mas não é…

Um dia deixo de procurar retorno. Seja de manhã ou seja à noite. Mas, para já, não consigo pensar nisso, não ponho essa hipótese. Porque já me custa a ausência quando o retorno não acontece. Mais me custa pensar numa ausência provocada por um afastamento meu…

Um dia. Ainda acredito que um dia as coisas mudam. A meu favor. Ilusão? Se calhar. Mas o meu gut feeling teimoso continua a dizer-me o mesmo. E eu continuo a confiar. Um dia dou-lhe razão.

Agora tento não pensar. Muito. Mas estou naquele momento em que não estou ocupada, a cabeça dispersa-se e vai sempre parar onde não deve. Por isso vou desligar. Tentar descansar. Também preciso. Também mereço. E, na realidade, mereço tanto mais do que tenho…

Mas não vou pensar mais por hoje. Porque demasiado cansada e a pensar no que não devo é meio caminho andado para haver lágrimas. Que já estiveram mais longe de acontecer. E isso é coisa que não quero mesmo.

Amanhã, dia mais aborrecido da semana, vou tentar fazer com que seja diferente. Se vou conseguir? Duvido. Mas vou tentar… A semana foi longa, intensa, desgastante. Agora é hora de descansar.

Amanhã? Logo se vê como será…