{#310.56.2022}

Um longo Domingo que começou cedo e agora, já tarde, teima em não terminar. Acordar antes da hora, consulta com o terapeuta fofinho, voltar para o quentinho da cama e conseguir aquecer e descansar, mesmo com tanta coisa para fazer.

Tratar da loja online também é tratar de mim. Porque há tanto de mim ali. Posso dizer agora que está praticamente tudo disponível. Ainda faltam alguns artigos, mas a grande maioria já lá está.

E dou por mim a pensar que ainda há quem me conheça pouco, mesmo passados cinco anos… E eu gostava, muito, de me dar a conhecer mais. Só falta a oportunidade para que isso aconteça. E não depende de mim.

Dizem-me, duas pessoas que não se conhecem e trabalham em áreas tão distintas, que eu tenho que sair da zona de conforto. Só assim as coisas começam a acontecer. Como, por exemplo, conhecer novas pessoas. Que me iria fazer bem, dizem ambos. Talvez tenham razão. Mas a verdade é que, para além de estar confortável onde e como estou, eu não sei dar o passo seguinte. Não sei mesmo o que fazer para fazer diferente. E também por isso continuo confortável onde e como estou.

Não quero pensar em nada. Já o disse antes, quanto mais penso menos entendo e menos gosto. Por isso, não quero pensar. Vou continuar a tratar de mim, apenas. A pensar em mim. Um dia pode ser que descubra o caminho para sair da zona de conforto.

Agora é hora de desligar. Já é muito tarde e amanhã é dia de regresso ao trabalho. Ainda em casa, mas a começar mais cedo. Uma semana de férias sabe sempre a pouco…

Amanhã? Logo se vê. Mas não será um dia mau. Será mais um dia a pensar em mim em primeiro lugar. O resto depois se vê.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.