Daily Archives: 21/05/2023

{#141.225.2023}

Domingo, dia de consulta com o terapeuta fofinho. E hoje, ao contrário do que tem sido hábito, não foi uma consulta tranquila. Foi, claro, o reflexo daquilo que estou neste momento: inquieta, irritável, intolerante. Não que tenha sido isto para ele, nada disso. Mas fiz questão de dizerem como isto está comigo: difícil.

Disse-lhe que, quando chega o final do dia, só me apetece chorar. E esta noite não está a ser diferente. Diz-me ele que, da forma como estou, preciso de descarregar a carga emocional que carrego. E simplesmente chorar quando sentir vontade. A questão aqui é que há muito tempo que deixei de conseguir chorar. E sei que, se ele estivesse mais próximo, seria fácil de o fazer com a ajuda dele. Que me ajudou tantas vezes a deitar tudo cá para fora, mesmo em situações difíceis em que era preciso descarregar o peso da carga emocional. E, se me ajudava a começar a chorar, também me ajudava a regressar, a acalmar, a parar.

Mas a verdade é que ele está a 300 km de distância. E, apesar de ser possível manter o trabalho terapêutico, falta a presença física…

O que foi que fiz o dia todo? Acordei a meio da noite, voltei para a cama, acordei a horas para a consulta, voltei para a cama, acordei para almoçar à hora do lanche, fui à rua ao café, dei a volta completamente ao quarteirão, voltei para casa, tratei da encomenda recebida, estive no cadeirão, estive no sofá, fui permitindo que os 5.726 km fossem avançando um bocadinho mais naquilo que nem eu sei muito bem o que é mas que me sabe tão bem. Ou seja, não fiz nada…mas sinto-me muito cansada… Dizem-me que, na minha situação actual, é normal continuar a sentir-me cansada, fazendo parte.

Mas já passa das 23h50m. Está mais do que na hora de recolher e enroscar. E tentar não pensar. Um dos trabalhos de casa do terapeuta fofinho para esta semana é, precisamente, criar estratégias para desligar a cabeça e não pensar. O que, para um overthinker como eu, é extremamente difícil…mas vai ter que acontecer.

O sono está a apertar bastante, por isso vou aproveitá-lo e tentar dormir rapidamente. Amanhã é dia de acordar cedo, é dia de análises. Por isso, sim!, vou dormir já. Quem está à minha espera do outro lado do Mundo, com um fuso horário com 5 horas de diferença, vai ter que esperar até amanhã.,.

E amanhã será melhor. Porque eu quero. Porque eu mereço. Porque sim.