Daily Archives: 07/02/2024

{#038.329.2024}

Quarta feira, terceiro dia de internamento. Mais uma bateria de exames, incluindo Ressonância Magnética Craneo Encefálica. Foi feita a última em Janeiro. A de hoje é só para comparar e verificar se existem alterações nas lesões ou se estas estão activas. Confirma-se que existem lesões, mas de Janeiro até agora não existiram alterações nem se verifica actividade nas lesões existentes. É bom sinal.

Mas, no meio disto tudo, resta-me saber, afinal, o que tenho! Seja lá o que for, alguma coisa é.

A suspeita inicial que desencadeou todo este processo? Esclerose Múltipla. Se tenho ou não, não sei. Mas os médicos me dirão quando tiverem todos os resultados de exames e análises.

Mas, se não se confirmar a suspeita, então o que é que me faz não andar a direito? Alguma coisa é. E é isso que preciso de saber. E já não aguento muito mais não saber.

Amanhã, antes da punção lombar, ainda existe outro exame: exame de avaliação neurocomportamental e do estado mental. Vamos ver como corre. Depois, algures durante o dia, quando o médico e o interno tiverem disponibilidade, será realizada a punção lombar.

Seja! O que eu quero é saber resultados e se, para isso, tiver que fazer 50 exames, mesmo dolorosos e/ou pouco confortáveis cá estarei pronto a ser analisada, testada, estudada, o que for!

Por hoje os exames acabaram às 15h. Já almocei depois disso. Já tomei banho, já dormi. E já não falta muito para adormecer outra vez…

Amanhã, punção lombar. Sei que dói. Não imagino o quanto. Não sei qual a melhor posição, aquele em que o procedimento não dói tanto…

Tento saber por aí mas toda a gente responde da mesma forma; um olhar de solidariedade, um sorriso pouco convencido de dentes cerrados, um arrepio gelado ao longo do corpo, um forçado dia de encolher os ombros, sorrir e acenar.

Não vou permitir que a punção lombar me derrube. E é agora que vou ser profissional. Sem pressas☀️ sem pressões ☀️ sem aquela pressão doentia dos resultados impossíveis.

Agora lamento. Mas vou ouvir a alma, as almas de manhã desde senpre.

É isto que eu sou. Preocupa-me que já tenha percebido. Eu sou pela pela parte do amor, do encontro de almas. A única. E se, por acaso, apertares essa, a alma, acompanha a minha conta e risco. E aposta em mim…