{#090.277.2024}

Ainda sobre o jantar de ontem: não posso dizer que foi bom, mas tenho que dizer que foi MUITO BOM. Nunca menos que isso.

Confirmei que sou uma miúda de sorte. De muita sorte. E ontem, ao juntar 15 pessoas, percebi isso. E percebi também que não são apenas pessoas que gostam de mim. São pessoas que gostam MUITO de mim.

Houve surpresas muito boas, começando logo com a presença da Maria Inês de 8 anos que ainda não me conhecia mas que, mal chegou, a primeira coisa que fez, depois de se apresentar, foi dar-me um abraço apertadinho e dizer “tu és muito fofinha”. Eu sei que sou conquistada muito facilmente, basta um abraço apertadinho com 8 anos de idade e umas palavras doces e ficamos amigas para sempre.

Houve mais surpresas. Muitas. Algumas que me deixaram sem palavras (e isso em mim é difícil de acontecer). Houve recordações com 30 anos, houve criação de novas memórias.

Quem esteve presente talvez não se tenha apercebido, mas eu estava bastante emocionada e, como sempre, a esconder as emoções daquele meu jeitinho bruto que ainda ontem foi recordado 30 anos depois.

Já o disse acima: sou uma miúda de sorte. De muita sorte. E consegui ter junto a mim e por minha causa Amigos que gostam de mim. Ou, como me disse o Pedro já em casa, “que gostam muito de ti”. E gostam. E eu sou tão grata por ter cada um deles por perto.

Não escrevi mais cedo sobre o jantar porque ainda estou na ressaca das emoções de ontem. E que foram tão boas. Mas tinha que escrever, claro. Porque, no meio do carrossel (tantas vezes manhoso) que é a vida, o que realmente importa é isto: estar com as pessoas que gostam muito de nós.

Eu não queria prendas, mas tive-as. Queria presentes. E, para além de mim, estiveram ali presentes mais 14 pessoas por minha causa. E foi tão bom.

Como disse, ainda estou a ressacar das emoções de ontem. Muito obrigada a todos os que estiveram presentes. E agora peço-vos: o que aconteceu n’O Norte da China fica n’O Norte da China, mas podemos repetir rapidamente.

Muito obrigado aos 14 magníficos que me confirmaram que sou uma miúda de sorte. E que sim!, tenho por perto muita gente que gosta de mim.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.