Category Archives: {#Fev/2019}

{#51.315.2019}

Há dias que não apetecem… Mas tudo bem, tudo tranquilo. Apenas não apetecem.

{#50.316.2019}

Há 50 dias neste ano que promete e já tanto aconteceu de bom. Que continue assim e, se puder, que melhore. E pode.

{#48.318.2019}

Dia de preguiça. E de pôr coisas em perspectiva.

Borboletas calminhas, tranquilas, mas presentes. Sempre. Como sempre. Ou nem por isso.

{#47.319.2019}

Fazer acontecer é bom. Resta agora aguardar pelos resultados do que já está feito e do que ainda falta.

De resto, borboletas na barriga em vôo tranquilo e totozice elevada ao expoente máximo. Mais do mesmo, portanto.

{#46.320.2019}

……ansiedade filha da mãe. Prefiro-a quando me chega em jeito de borboletas na barriga e não como hoje que faz o ar que respiro doer……

{#44.322.2019}

Sem pressa, mas sem perder tempo, vou construindo devagar aquilo que me traz borboletas na barriga.

Só me falta deixar de ser totó.

{#43.323.2019}

Quase lá na Primavera. E borboletas na barriga sempre. E é tão bom ser-se assim um bocadinho adolescente de vez em quando. Mas, por agora, sossegada no meu canto. Até ver…

{#42.324.2019}

E os dias que se alongam. Tão bom voltar para casa ainda de dia.

E quase lá novamente, com menos borboletas que há uns dias. Mas elas, mesmo assim, estão cá sempre. Só que agora envergonhadas pela minha totozice.

Tenho que deixar de ser totó. Rapidamente.

{#41.325.2019}

Era mais fácil manter-me totó e desistir. Não o vou fazer. Não sei como, mas vou deixar de ser totó e vou atrás do que quero e acredito ser possível. Não sei como e por não saber é que sou totó.

Dá-me uma ajuda…

{#39.327.2019}

Não adianta agora estares chateada contigo mesma depois de teres sido totó. Uma grande totó.

Arruma as gavetas e agarra a próxima oportunidade. Já não falta tanto tempo como isso e tu sabes o que tens que fazer: falar. Nada mais que falar. Se não falares é que nunca vais saber a resposta.

Agora desiste de estares chateada contigo mesma. Já te conheces o suficiente para saberes que não adianta de nada. Quem te mandou ser totó?

{#36.330.2019}

Trânsito do demo e 2 horas para chegar a casa servem para parar para pensar. E penso que o caminho a seguir é este, não esquecendo o que aprendi lá atrás: o que quero e, sobretudo, o que não quero.

Tenho crescido muito nos últimos anos. Só não quero com isso perder nada de bom que tinha antes de crescer.

{#35.331.2019}

Esperar só mais um bocadinho. Acalmar a ansiedade. Sentir as borboletas. Soltar o sorriso. Saltaricar por aí.

Esperar só mais um bocadinho. Não custa nada. É só mais um bocadinho pequenino. E depois, depois sim, que seja o que tiver que ser.

{#34.332.2019}

Está quase… E borboletas na barriga. Boas, como todas as borboletas. E muitas. Como sempre. Ainda falta muito?