{#página61} 

Continuar a olhar para cima.

Um ano depois, não mudava nada do que escrevi aqui. Porque continuo a não ser uma miúda igual às outras. Com tudo o que de bom e mau isso significa.

Continuar a olhar para cima.

Aprender que não ser uma miúda igual às outras é positivo. E aceitar que é assim que sou. Tal como sou.

Continuar a olhar para cima.

Mesmo que a ansiedade dispare sem pré-aviso. Mesmo que o ar volte a não entrar. Mesmo que o medo……

Continuar a olhar para cima. Mesmo não sendo uma miúda igual às outras. Continuar.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.