{#165.201.2019}

Há 3 anos escrevia sobre a possibilidade de o amanhã nunca chegar. Hoje cruzei-me com esse texto e percebi que me esqueci que sim, é um facto que o amanhã pode não chegar. Tenho adiado pequenas coisas que podiam ser grandes se lhes desse a oportunidade sempre com o pretexto de que ainda não é o momento ou que não estou preparada para deixar de ser totó. Mas esqueço-me que um dia pode ser tarde demais.

Tenho que voltar a encontrar aquela urgência de não deixar nada por fazer ou dizer que tive há poucos anos. De preferência sem que seja por mais uma rasteira da vida.

O amanhã pode não chegar. E eu posso perder aquilo que pretendo ganhar.

Estou demasiado acomodada ao pretexto de ser totó. Tenho que deixar de o ser rapidamente. Totó e acomodada.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.