Daily Archives: 08/06/2021

{#159.207.2021}

O silêncio dói. A ele rapidamente se junta a facilidade que a minha cabeça tem em fazer todo o tipo de filmes, especialmente de terror. E a tudo isso se junta a ansiedade.

Não admira, portanto, que hoje só tenha vontade de chorar… Não o vou fazer, mas sinto que tudo isto me está a consumir demasiado.

Eu sei. Está tudo na minha cabeça. Há, de certeza, um bom motivo para tamanho silêncio. E há-de estar tudo bem. Mas custa. Muito. Tanto. Demasiado.

Não quero isto para mim. Especialmente sabendo que as coisas são como são. “É o que é.” E está tudo bem.

Mas não está. Pelo menos não comigo, não está. A minha costela Borderline tem estado sossegada, mas esta semana acordou. Este silêncio acordou-a. E eu não sei lidar com este medo. De abandono? Sim, será isso mesmo. Medo de abandono. De rejeição. Coisas típicas de uma personalidade Borderline. E eu não sei lidar com isto de outra forma que não seja a fazer filmes de terror na minha cabeça.

Gostava tanto de não ser assim. Gostava de ser mais serena. Mas para isso era preciso não sentir tudo tão intensamente como sinto. O bom e o mau.

Porquê este silêncio…? Sei que mais dia, menos dia, o silêncio será quebrado. E até lá só posso esperar que esteja tudo bem. Sem saber exactamente o que fazer para suportar esta ansiedade e sem saber parar os filmes que crescem na minha cabeça.

É horrível sentir tudo desta forma. É horrível ter vontade de chorar por causa desta situação que é, no fundo, quase ridícula. É uma patetice. É uma coisa quase infantil. Mas é minha. E é real.

Existe. Consome-me. E sou eu e só eu que tenho que viver com isto. E não é fácil. Quando é tão fácil fazer parar. Basta que o silêncio seja quebrado.

É tão fácil… Mas não depende de mim. Não posso controlar esse silêncio. Nem posso forçar nada mais do que tenho “forçado”.

Amanhã será melhor. Vai ter que ser melhor. Porque eu não aguento muito tempo assim sem quebrar. E não quero quebrar.

Nem posso quebrar. Não outra vez.