{#157.209.2021}

Há dias em que a vontade de chorar, sem motivo aparente, é mais que muita. Hoje foi, é, um desses dias.

É desânimo. É desalento. É vontade de me fechar na minha concha.

Mas, apesar da vontade, não choro.

Respiro fundo, olho para cima e sigo em frente. É possível que amanhã o dia seja melhor. Por hoje combato essa vontade e faço de conta que está tudo bem. Não está. Mas sou perita em fazer de conta.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.