{#334.32.2021}

Terça feira com sabor a sexta. E ainda bem. Depois de mais uma noite interrompida e difícil, vai ser bom desligar o despertador amanhã quando tocar em vez de ter que sair da cama para o frio.

Se ontem tinha vontade de comemorar com a pessoa certa e não aconteceu, hoje a vontade é igual. Mas sei que não é possível. Não por falta de vontade (minha), mas porque do outro lado não é possível porque há prioridades que são inquestionáveis e que eu nunca poderia pôr em causa. Nem ponho. Aliás, são prioridades que eu defendo desde o primeiro dia. E que irei defender sempre.

Sei que haverá outras oportunidades. Não me entristece não poder realizar vontades quando o motivo é mais que válido. E o importante é que tudo fique bem.

De resto, foi mais um dia de muito frio. E o Inverno ainda não chegou oficialmente. Eu é que não estou preparada para o frio. Continuo a não estar. Mas aprendi nos últimos anos que sim, é possível sobreviver a este tempo.

E de repente páro para pensar e perceber que, neste momento, é tudo mais fácil de encarar graças ao que trago comigo e guardo cá dentro. É tão simples. E tão bom. E sabe tão bem.

Agora é manter o foco e continuar a olhar para cima. E saborear cada dia bom. Mesmo com frio.

{comentários}

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.